Newsletter

a aa
20 04

10 alimentos naturais e saudáveis para os cachorros

Publicado em 20 de Apr de 2016 por Luana Zanolini Comentar

Saiba quais são os 10 alimentos naturais (e super saudáveis) para os cachorros

Texto Bárbara O. Roxo | Adaptação Luana Zanolini | Foto Reprodução/Instagram @marniethedog

10 alimentos naturais e saudáveis para os cachorros

Os alimentos naturais são ótimos para substituir os snacks industrializados, além de serem super saudáveis aos cachorros. Eles são livres de uma série de aditivos sintéticos, como corantes, aromatizantes, conservantes (BHT, BHA) e flavorizantes, que podem causar alergias, distúrbios digestivos, além de interferirem na função endócrina.

Confira agora os 10 alimentos naturais que estão liberados para os peludinhos!

- Manga: rico em fibras alimentares e vitamina C, o alimento deve ser dado sem casca e caroço, pois tendem a causar engasgamento nos peludos.

- Melão: além de possuir muita água, o fruto é rico em vitamina B6 e C, fibras e potássio. Ainda contém cálcio, ferro e fósforo. Também é apontado como um alimento usado na prevenção ao câncer, uma vez que inibe alguns danos celulares. Deve ser oferecido em pequenos pedaços, sem casca e semente.

- Banana: pode ser oferecida com ou sem casca. É rica em potássio, vitaminas A e C, além de fibras. Ofereça a guloseima cortada em rodelas, já sem os fiapos.

- Couve: fonte de vitaminas A, C e K, fósforo, ferro e cálcio, o que faz da hortaliça um alimento importante para manutenção de ossos e dentes dos animais. Deve ser oferecida cozida e cortada em pequenas tiras.

- Alface: contém vitaminas A e C, cálcio, fósforo e ferro. Ainda que não tenha muito valor nutricional, é adorada pelos cães – principalmente a alface-americana, que é mais durinha.

- Batata doce: rica em vitaminas do complexo B e C, cálcio, betacaroteno, magnésio e fibras. Seus benefícios são vários, como a manutenção do sistema imunológico, dos músculos, ossos e dentes. Deve ser servida cozida e sem temperos.

- Cenoura: é a preferido de muitos pets. Rica em vitaminas A e C e também em potássio, pode ser servida cozida, sem sal, sem a casca e em tamanho natural. Assim, também ajuda a limpar os dentes do pet. A única observação é que pode resultar em pigmentos laranja nas fezes – o que não deve ser motivo de preocupação.

- Abóbora: é rica em potássio, proteínas, carboidratos, cálcio, sódio, ferro, vitaminas A, C e E. É excelente fonte de fibra e betacaroteno e ajuda a controlar alguns problemas digestivos. Pode ser oferecida aos pets cozida e cortada em quadradinhos.

- Brócolis: possui cálcio, potássio, ferro, zinco e sódio, além de ser rica em vitaminas A, C, B1, B2, B6. Ajuda no controle da pressão arterial, por isso, costuma ser indicada para cães idosos ou obesos. Cozinhe sem nenhum tipo de tempero e ofereça em pequenas porções, pois pode causar gases intestinais.

- Maça: É rica em vitaminas C e do complexo B. A única restrição é para que não sejam oferecidos o talo e as sementes, já que podem liberar ácido cianídrico, interferindo na transferência de oxigênio para as células do corpo.

 

Revista Meu Pet | ed.35

+ A importância das frutas para o pet

+ 5 motivos para dar alimentação natural para os pets

 

Comente!