Newsletter

a aa
16 02

Abacate não é recomendado aos pets

Publicado em 16 de Feb de 2015 por Marília Alencar Comentar

Cuidado! Abacate pode pode provocar distúrbios gastrintestinais no seu pet

Texto Camila Rodrigues/ Foto: Shutterstock

Abacate para os pets

(Foto: Shutterstock)

Na minha casa tem um abacateiro, e a minha cadela ama comer a fruta. Posso continuar deixando-a consumir?

Rafaela de Sousa, de Curitiba-PR

Apesar de ser uma fruta bastante nutritiva, o abacate contém uma substância chamada persina, que pode provocar distAbacate úrbios gastrintestinais. Assim, não é sempre que o animal pode ingerir a fruta. Além disso, o problema em oferecer diariamente o abacate está no seu alto teor calórico, havendo uma grande possibilidadede o animal se tornar obeso e, consequentemente, adquirir distúrbio metabólico, ter predisposição para diabetes, doenças articulares e distúrbios respiratórios. Outro risco, também relevante, é a ingestão acidental do caroço do abacate, podendo provocar obstruções aéreas e intestinais, bem como engasgo.

Revista Meu Pet/ Edição 18

Comente!