Newsletter

a aa
26 12

Animal de estimação na praia: pode ou não pode?

Publicado em 26 de Dec de 2015 por Victoria Ragazzi Comentar

Para você que está pensando em levar seu animal para passar o fim de ano no litoral. Confira!

Texto: Mariana Perfetti | Adaptação: Victoria Ragazzi |

Levar seu pet à praia é bom para quem? Na verdade, não é bom para os turistas tampouco para o bicho. Além de tudo, o proprietário desavisado pode levar uma multa bem salgada!
Cada cidade litorânea tem suas próprias regras e é o Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) local quem faz a fiscalização e até a apreensão do animal se o tutor se recusar a retirá-lo da praia.

Em algumas localidades, a fiscalização também é feita pela Vigilância Sanitária e pelaSecretaria do Meio Ambiente. O turista deve prestar atenção: as cidades que não permitemanimais na praia possuem placas de proibição, mas fiscais podem também fazer advertência verbalmente.


(Foto: Reprodução)

O intuito não é preconceituoso, visa a integridade e a saúde do homem, do próprio animal e a segurança de ambos. Além do bicho geográfico, micoses e várias outras enfermidades que podem ser transmitidas por meio das fezes de animais contaminados, acidentes com mordidas em turistas, principalmente em crianças que correm pela praia, são muito comuns. 

Sem contar que o sol excessivo pode provocar várias enfermidades no peludo. O correto para quem vai ao litoral e tem de levar seu mascote é deixá-lo no imóvel durante a visita à praia.

Revista Meu Pet | Ed. 30 
Saiba tudo sobre o seu mascote com a Meu Pet clicando aqui

 

Comente!