Newsletter

a aa
03 02

Conheça tudo sobre a raça Chow Chow

Publicado em 03 de Feb de 2016 por Luana Zanolini Comentar

A raça Chow Chow é independente e fiel. Confira o temperamento desse cãozinho

Texto Samantha Melo | Adaptação Luana Zanolini | Foto FreeImages 


Conheça tudo sobre a raça Chow Chow

O Chow Chow, raça conhecida por sua língua azul, tem um temperamento bem característico. Ele é um cão independente e fiel ao seu dono.

 

Temperamento

Conhecido por seu temperamento complicado, é importante que o Chow Chow seja adestrado desde filhote. Eles podem se tornar agressivos, mas apenas se não forem bem orientados e tratados com respeito e carinho. Se tiverem donos firmes, serão dóceis e fiéis. “É característico de raças orientais”, explica Antonella Chiaratti, diretora clínica do Centro Médico 24 Horas Vitale.

Eles não costumam ter muita paciência para longos treinos, mas são capazes de aprender os comandos de autocontrole.

Saúde

“Sendo um animal de porte médio, pode apresentar problemas de articulação, como displasia e discopatias de coluna”, aponta a veterinária Antonella. Doenças oculares como entrópio, glaucoma e catarata também são comuns. Para prevenir e cuidar do seu pet, mantenha as vacinas e vermifugações em dia, visite periodicamente o veterinário e faça a higiene adequada, principalmente dos olhos.

Cuidados

A tosa é bem-vinda, principalmente no calor. Contudo, o criador Domingues indica que não se tire totalmente o pelo do animal para evitar problemas de pele. Banhos podem ser mensais e sua pelagem deve ser seca com cuidado. A escovação deve ser feita semanalmente, como forma de soltar os nós e interagir com o Chow Chow.

Exercícios

O Chow Chow não é um mascote muito ativo. “Adaptam-se bem em apartamentos, latem pouco, porém, como todo animal, precisam de passeio diário”, lembra o criador Domingues. Por não serem cães muito ativos, podem levar o dono a não incentivar exercícios, erro que tende a fazê-los engordar. Porém, a raça não têm predisposição à obesidade.


Conheça a raça Chow Chow!

- Prós: Não precisam de muitos exercícios e podem se adaptar facilmente a apartamentos. São calmos e dóceis, além de extremamente fiéis.

- Contras: São cachorros temperamentais, por isso, podem se tornar agressivos se não educados. Sua pelagem exige manutenção e cuidados frequentes.

Revista Meu Pet | Ed.41

Angélica presenteia a cantora Ludmilla com um filhote de Chow Chow

Comente!