Newsletter

a aa
22 08

10 passos para conquistar sua chinchila

Publicado em 22 de Aug de 2013 por Fernanda Ruiz Comentar

Nossas dicas vão favorecer a adaptação desse pet fofinho no novo lar e fazer com que seja feliz

Texto: Fabiana Fontainha/ Foto: Shutterstock

Foto: Shutterstock

 

Espertas, ativas, dóceis, carismáticas e curiosas, as chinchilas se tornaram o pet preferido de muita gente. Esses roedores herbívoros podem viver até 20 anos e são muito receptivos aos cuidados do ser humano, criando um forte vínculo com os donos. Se você está pensando em levar para casa uma chinchila, saiba que precisará ter paciência nos primeiros dias de convivência para conquistar a confiança dela. Pensando nisso, com o auxílio do criador Pedro Luiz Colabuono, selecionamos dez dicas para ajudá-lo na adaptação do bicho à sua morada. 

1. Dê bastante carinho

Chinchila gosta de receber carinho e isso é importante para que aprenda a confiar em você. Faça agrados quando ela estiver na gaiola, passando o dedo atrás das orelhas e embaixo das patinhas. Esses peludos adoram cafuné!

2. Evite colos

Como são muito ativas e curiosas, as chinchilas não gostam de ficar muito tempo no colo daspessoas, nem se for o dono. Nos primeiros dias evite pegá-la a todo momento e, quando for fazer isso, apoie as patas dianteiras e traseiras do bicho na palma da mão para que sinta segurança. Com o tempo o animal de estimação ficará mais tranquilo e dócil, aceitando maisfacilmente o seu colo.

3. Converse bastante

Assim como a maioria dos animais de estimação, elas querem a sua atenção. Crie o hábito de “conversar” com a chinchila, mas sempre prestando atenção no seu tom de voz, que deve ser calmo e amigável. Essa interação é importante para que o bichinho aprenda a reconhecê-lo como alguém em quem pode confiar. 

4. Capriche na gaiola

Prepare um local aconchegante e espaçoso. Para abrigar apenas uma chinchila a gaiola deve ter, pelo menos, 35 x 55 x 70 cm (largura x comprimento x altura). Forre o chão com serragem e coloque rampa, passarela, toca de madeira de pínus, rede para dormir, além do comedouro e bebedouro. “Não são adequadas gaiolas com rampinhas de tela ou metal. Em mais de 80% dos casos os animais sofrem fraturas na pata”, alerta Colabuono. As telas provocam calos, geram desconforto e estresse ao pet.

5. Garanta a diversão

Brinquedos feitos de madeira de pínus são importantes para que elas tenham algo para roer e se distrair. Algumas opções liberam alfafa e cereais, deixando-as ainda mais felizes. “Brinquedos com rodinhas de arame são perigosos, pois as chinchilas podem prender e quebrar as patas”, lembra.

6. Prepare o banho

Chinchilas são limpas e não exalam odores, pois tomam um ou dois banhos todos os dias. Para isso, mantenha na gaiola uma banheira de metal ou madeira e coloque, diariamente, pó de carbonato de cálcio. Ela vai rolar e se virar nesse pó, que ajuda a absorver a umidade e a gordura dos pelos, deixando-os macios e sedosos.

7. Agrado com petiscos

Além da ração balanceada e da alfafa, que garantem a demanda nutricional diária, você pode oferecer guloseimas uma vez ao dia, em pequena quantidade. Ela vai adorar frutas frescas (maçã, pera e banana), desidratadas (maçã e uva-passa) e biscoitos de soja para roedores. O criador lembra que muitas pessoas oferecem sementes e cereais, mas é preciso tomarcuidado com esses itens. “O fígado e o rim são muito delicados. Se der muita proteína ou gordura, elas podem ter problemas hepáticos e renais sérios”, diz.

8. Temperatura ideal

Para garantir o conforto, procure mantê-la em local com temperatura entre 16 e 22 °C, ventilado e com baixa umidade. O pet não tolera temperaturas acima de 28 °C. Por isso, nos dias de muito calor, coloque um ventilador perto dele.

9. Liberdade é bom

Ela adora correr e explorar o ambiente. Se você criar o hábito de soltá-la de vez em quando (30 minutos ou uma hora por dia), lembre-se de supervisioná-la ou poderá roer tudo o que vir pela frente, um risco para a saúde dela.

10. Limpe a gaiola

Além de evitar a proliferação de bactérias, parasitas e fungos, a limpeza da gaiola pelo menos uma vez por semana é importante para o bem-estar desse animal.

 

Comente!