Newsletter

a aa
30 12

Mito ou verdade: o elefante é o animal com a melhor memória?

Publicado em 30 de Dec de 2017 por Victoria Bassi Comentar

Descubra se o elefante é realmente o animal com a melhor memória do mundo!

Por Beatriz Carvalho | Foto Shuttertock | Adaptação web Isis Fonseca

Memória de elefante

Embora esse animal realmente possua uma incrível capacidade de geolocalização, a expressão “memória de elefante” não faz tanto sentido no reino animal.

Mito

Uma pesquisa publicada no Proceedings of the Royal Society of London B, da Inglaterra, indica que existem animais com capacidades cerebrais bem maiores que o elefante. Por exemplo, o bicho com amaior habilidade de memorizar a longo prazo é o golfinho. Isso porque ele identifica sons de seus companheiros, mesmo após 20 anos de separação.

Gilberto Fernando Xavier, diretor do Instituto de Biociênciasda USP, explica: “A memória não é uma característica exclusiva do elefante. Como aponta o estudo mencionado, o cérebro do golfinho em relação ao tamanho corpóreo é enorme”.

Essa proporção, segundo o biólogo, tem grande significado na análise da memória de cada animal. Em um ser humano com 80 kg, por exemplo, a massa cerebral corresponde a 2% de seu peso. Já a do elefante representa 0,1% do peso total, enquantoa do golfinho equivale a 1,4% da massa corpórea.

Mundo sensorial

Mas, como sempre acontece, há um motivo por trás de todo mito. A expressão “memória de elefante” tem um sentido histórico e biológico, já que o elefante é um animal que, para sobrevivência, precisa percorrer longas distâncias para achar grande quantidade de alimento. “Para isso, ele forma uma representação espacial registrando o local onde existe alimento e a época do ano em que se encontra em boas condições”, elucida o biólogo Xavier.

Memória animal

  • O morcego, que utiliza a audição para se orientar, tem uma boa memória auditiva e por meio dela consegue criar mapas de representação do espaço.
  • Existem animais que utilizam campos elétricos para conseguir se localizar, como o tubarão e o peixe elétrico.
  • O cérebro de um esquilo é muito liso comparado com o de um ser humano, o que faz com que esse animal possua menos neurônios.
  • Ainda que a complexidade da inteligência animal seja muito maior do que isso, as rugas do cérebro podem ser mais decisivas do que o tamanho em si do órgão.

Adaptado de Revista Meu Pet Ed. 50

Comente!