Newsletter

a aa
19 09

Paolla Oliveira mostra sua paixão por gatos e cachorros

Publicado em 19 de Sep de 2012 por Rafael Trocatti Comentar

A atriz Paolla Oliveira mostra seu cão, Adja, e conta que também é apaixo

Texto: Caroline Martin / Fotos: Rodrigo Lopes / Adaptação: Rafael Trocatti

Paolla Oliveira com um de seus gatos
(Foto: Rodrigo Lopes) 

Paolla Oliveira é declaradamente apaixonada por cães e gatos. “Cachorros são mais brincalhões e carentes, enquanto gatos se destacam pela independência. Cada um me encanta de uma maneira”, assume carinhosamente a atriz, que recentemente filmou o longa Trinta, sobre a vida e a arte do carnavalesco Joãozinho Trinta.

Adja é muito carinhoso e ama sua dona
(Foto: Rodrigo Lopes) 

Desde a infância, Paolla convive com cachorros alegrando a casa. Já a relação com os gatos começou mais recentemente. “Há quatro anos, adotei meu primeiro gato. Ele havia sido abandonado e estava doente. Levei-o para casa e, desde então, não parei mais de adotá-los”, conta. Hoje, sua turma é formada por nove gatos e um cachorro. E engana-se quem pensa que a quantidade atrapalha a qualidade da relação da atriz com os bichanos. “Conheço cada um pelo nome e pela personalidade”, diz.

Paolla revela, contudo, que o dono do pedaço é um Boxer de 2 anos chamado Adja. “Foi um presente muito bem-recebido. É uma raça brincalhona e dócil”, diz sobre o agrado que ganhou do namorado, o também ator Joaquim Lopes. “Ele era um filhotinho bem pequeno e adorava comer as minhas plantas”, diverte-se com a recordação.

Atualmente, Adja impressiona pelo grande porte, típico da raça. Apesar de o tamanho de filhote ter ficado para trás, Paolla garante que o amigo mantém o temperamento fácil de lidar. “Ele é um fofo, superobediente e tem uma ótima convivência com os meus gatos”, orgulha-se. Ela também se diverte com algumas manias de Adja. “Ele só dorme de barriga para cima, sempre no tapete da sala.”

A atriz entrega que não resiste à cara de pidão que Adja faz. “Ele acaba conseguindo tudo o que quer comigo.” Na hora das refeições, porém, ela sabe a importância de impor certos limites para manter o ponteiro da balança em dia. “Embora ele fique atraído por qualquer aroma vindo da cozinha, não cedo em relação à comida caseira. Quando quero fazer um agrado, ofereço peito de peru”, diz, priorizando a saúde do cão, que se alimenta apenas de ração e recebe outros petiscos caninos.

Adja adora passear sem coleira, para se sentir livre
(Foto: Rodrigo Lopes) 

Paolla também cuida de perto da beleza de Adja. É ela mesma quem se encarrega dos banhos do companheiro. “Dias bonitos e quentes combinam com banho. Procuro repetir o ritual a cada 15 dias, pelo menos. Ele adora”, conta. Sempre que surge uma brecha na agenda, Paolla leva Adja para dar uma corridinha. “Ele só deixa colocar a coleira quando abro o portão. É como se quisesse ter a garantia de que vai passear mesmo”, finaliza, com mais uma particularidade.

Nome: Adja
Origem do nome: Africana
Idade: 2 anos
Raça: Boxer
Signo: Capricórnio
Comida favorita: Todas as indicadas para cães, pois ele é guloso e comilão
Passeio Favorito: Qualquer um que seja sem a coleira. Ele adora liberdade!
O que ele adora: Carinho
O que ele detesta: Dormir do lado de fora de casa e sozinho
Mania engraçada: Roncar
Ritual de beleza: Faz o tipo ogro, sem muita frescura e cerimônias
Sou louca por ele porque: É um cão muito doce e companheiro
Ele é louco por mim porque: Sabe que sou louca por ele

 

 

Comente!