Newsletter

a aa
16 01

Adestramento de cães e a entonação da voz

Publicado em 16 de Jan de 2018 por Victoria Bassi Comentar

O tom correto na hora de elogiar e dar bronca no seu animal é essencial para o cão entender o comando, confira!

Texto e foto Livro Treino Rápido para o Cão | Adaptação web Isis Fonseca

Adestramento de cães

Um trunfo que o proprietário tem na manga, mas geralmente não emprega da maneira correta, é a voz. Saber utilizar a entonação correta de acordo com cada situação é um passo fundamental para que o treinamento seja bem-sucedido.

Por isso, a voz fofa e carinhosa só deve ser utilizada quando quiser recompensar o animal, enquanto que na hora da bronca o tom deve ser mais rígido, mas sem gritos. “Para nos comunicarmos de forma eficiente com o cão é fundamental utilizar o comando verbal, a entonação da voz e a postura corporal simultaneamente”, afirma a adestradora da Cão Cidadão (SP) Cássia Mourão.

A entonação usada pelo tutor é facilmente reconhecida pelo mascote, que associa o momento com situações alegres ou de repreensão. “Quando os chamamos com uma voz fininha, eles adoram, pois demonstra felicidade e aprovação. Já quando falamos com uma voz ríspida, eles interpretam como desaprovação”, aponta a adestradora.

Mas atenção: nunca grite com ele. “Gritar não é necessário. Apenas aprenda a impor sua voz com mais segurança e firmeza”, sugere Cássia Mourão. 

Garanta o seu livro Guia Ilustrado: Treino Rápido para o Cão e tenha mais dicas sobre como realizar o adestramento de cães!

Comente!