Newsletter

a aa
15 10

Cuidados gerais para o cachorro praticar agility e algumas raças que merecem atenção

Publicado em 15 de Oct de 2016 por Luana Zanolini Comentar

O agility pode não ser indicado para todos os cachorros. É preciso ficar atento a alguns cuidados e algumas raças que não são ideais à prática

Texto Luana Zanolini | Foto Guia de Treinamento dos Cães

Cuidados gerais para o cachorro praticar agility e

algumas raças que merecem atenção

Não é qualquer cãozinho que vai se dar bem no agility. O tipo físico do cachorro é essencial nessa hora, pois a brincadeira exige preparo e condição física. Por isso, uma passada no veterinário antes de começar a praticar é essencial.

Rafael Lola Cassanta, adestrador e gestor da Creche Cão a Cão, afirma que não adianta esperar que um bulldog inglês, por exemplo, tenha a mesma agilidade que um border collie. “Outra questão é que cães de focinho curto se cansam mito rápido e praticamente são intolerantes ao calor”, comenta.

O Dachshund também é outra raça que merece atenção e cuidados. “Eles não podem sofrer impactos, isso pode comprometer sua coluna e articulações”, alerta o adestrador.

Para os peludos a cima do peso, é importante começar com exercícios leves, evitando impactos e sempre respeitando o tempo dele. Já para os cães cardíacos, Rafael não recomenda o agility.

Aos pets que querem começar a praticar, o adestrador dá a dica: “o primeiro passo é o adestramento básico com reforço positivo, assim você descobre o que mais aguça o interesse do seu cão e até onde ele está disposto a enfrentar novos desafios”, finaliza. 

 

+5 exercícios de agility para donos e cães brincarem juntos

+Gato Bengal é ótimo para praticar agility. Saiba mais

+Raça Pastor de Shetland é excelente para o agility

+Agility: um esporte os cães seus donos

 

Comente!